20 outubro 2010

Casamento esse sonho pode acontecer!

Pensei em uma matéria para começar o meu 1º post mas não poderia ser outra a não ser... CASAMENTO!!! Mas pq?! A pergunta que não quer, muito fácil de dizer pq casar é a melhor coisa do mundo e os preparativos então são DELÍCIOSOS a pesar de exaustantes.. rs.
Vi uma matéria muito interessante sobre casamneto e para as noivinhas exremanete organizadas lá se vão algumas dicas para o seu GRANDE DIA! ♥

Diário de uma noiva: as 24 horas finais

Acompanhamos as emoções e aflições de uma noiva nos últimos momentos antes do grande "sim"

Andrea Giusti, iG São Paulo


“É um medo, uma surpresa e mais um monte de coisas que passam na cabeça ao mesmo tempo”, é assim que Mariana Galan resume os momentos finais que antecedem seu casamento, em uma sexta-feira, às 20h, horário caótico na cidade de São Paulo.

Responsável por cada detalhe da festa, a noiva repassava, em pensamento, o checklist para que nada fosse esquecido e permaneceu tranquila. O Delas passou 24 horas ao lado da publicitária e mostra a ansiedade que antecede o momento do esperado “sim”.

Faltam 24 horas

20h

A última noite em casa começa agitada. Faltando exatamente um dia para o casamento, tudo parece estar sob controle e parte das obrigações do salão de beleza já estão adiantadas: depilação, unhas, sobrancelha e coloração do cabelo. Parentes distantes, que não poderão comparecer à cerimônia, ligam para desejar felicidades e interrompem a todo instante a arrumação da mala de viagem da lua de mel. As duas semanas passeando entre Espanha e França são esperadas como uma recompensa de toda correria e ela separa as roupas com carinho.

Mariana perdeu 2 cm de cintura durante as provas do vestido e foi proibida de perder mais peso, ou o modelito tomara que caia ficaria largo. Mesmo assim, escolheu um lanche leve para jantar e voltar logo aos acertos finais. Com medo de escorregar na entrada da igreja, pediu que o pai fosse comprar, debaixo de chuva, um anti-derrapante para colar na sola do sapato. Uma mão corta a folha e mede o tamanho certo, a outra atende a assessora do evento no celular. A ligação é só para confirmar que os fornecedores estão no prazo. “São Pedro mandou a chuva hoje para não ter mais uma gota amanhã”, finalizam o papo, aos risos.

22h
Durante o banho, bem demorado, ela relembra vários momentos dos 10 anos de namoro. A caixa com as joias, os enfeites do cabelo, os sapatos e o vestido já está separada na escrivaninha. Mais uma repassada nas obrigações, uma ligação de boa noite para Fabio, o noivo, e a publicitária rola pela cama antes de pegar no sono.

Faltam 12 horas


8h
Mariana tinha planejado dormir até tarde, mas é acordada por mais telefonemas de familiares. Na campainha, um entregador de flores anuncia que chegou o grande dia. O presente foi enviado pelo primo da noiva, que será padrinho. Preocupada com os fornecedores, ela liga para a assessora perguntando se os espumantes foram entregues. Está tudo lá, perfeito.

12h
O último almoço com os pais é seguido de emoção. A mãe chora ao levar as caixas para o carro e logo é repreendida pelo marido. A próxima parada é o salão do hair stylist Paulo Persil, nos Jardins. O profissional é considerado o rei das noivas e Mariana relembra a escolha. “Cheguei com uma foto de penteado para mostrar a referência e era dele mesmo”. A mãe, a sogra, duas madrinhas e duas amigas acompanham o dia de beleza.

14h
Uma sala foi reservada para o atendimento, malas e vestidos pendurados no cabide esperam a produção final. A gerente segue uma programação e as sete, incluindo Mariana, intercalam entre a cadeira do cabeleireiro e do maquiador.

17h
A noiva está tranquila e pede um lanche antes de iniciar a sessão das fotos que vão para o álbum. Ela posa ao lado dos sapatos, do véu e mostra o nome das amigas “encalhadas” que a mãe bordou na barra do vestido. Sempre com o celular na mão, um alerta aparece na tela. “Será que eu caso?”, dizia a brincadeira feita pelo noivo.

A assessora chega ao salão para informar que tudo está correndo bem e traz uma surpresa: o buquê. Com os olhos cheios de lágrima, Mariana interrompe a maquiagem para ver as flores que todos comentam. Mas logo uma ligação acaba com o bom humor da publicitária. É o responsável pelo coral da cerimônia questionando o pagamento. Nervosa, ela repete diversas vezes que os comprovantes estão no carro e que ele podia prosseguir com o combinado, já que levaria o talão de cheques para a festa, caso fosse necessário. “Ele disse que se tocasse ‘Rebolation’ na hora que eu entrasse na igreja, eu saberia o motivo”, conta, indignada.

19h
Faltando uma hora para a cerimônia, na Paróquia São Luis, em São Paulo, a publicitária parece nem se importar com o trânsito que toma conta da cidade em uma noite de sexta-feira. Uma garrafa de champanhe chega para comemorar o fim da jornada. As madrinhas aparecem deslumbrantes e seguem para a igreja. O pai da noiva chega com o carro alugado e aguarda a finalização do cabelo. Três flores são aplicadas na trança e Mariana segue para a parte do vestido. Depois de pronta, ela continua tranquila, sem choro ou histeria ao longo de toda jornada.

20h
Os convidados já aguardam na igreja e o noivo, apreensivo, passa pelos bancos agradecendo a presença. Mariana dá algumas voltas no quarteirão e só para com o carro na Avenida Paulista, endereço da cerimônia, quando a assessora autoriza pelo telefone.

O casamento começou com quarenta minutos de atraso. Ao som da marcha nupcial, ela sorria enquanto observava se a decoração estava de acordo com o que foi combinado. A festa continuou na pista de dança até a manhã do dia seguinte. “Deu tudo certo. Finalmente vou descansar e curtir o meu marido”, desabafou, antes de seguir para as merecidas férias na Europa. 

 

 

0 comentários:

Postar um comentário

GALJY Cerimonial e Eventos © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.