15 abril 2013

Dia da noiva em domicílio: uma boa ideia que deve ser bem pensada


O hairstylist especialista em noivas Paulo Persil fala sobre a opção por fazer o dia de beleza fora do salão, uma ideia prática mas que requer cuidado.

Paulo Persil , colunista do Delas 

O Censo 2010, realizado pelo IBGE, constatou que o percentual de pessoas que viviam unidas pelo casamento civil e religioso diminuiu de 49,4% para 42,9% entre 2000 e 2010. Isso mexe com o mercado de fornecedores da área, tais como salões, buffets, estilistas, etc. Nem todos querem casar atualmente; morar junto virou prática comum entre os casais. E os que casam estão mais racionais e econômicos.
Quem aposta no matrimônio, no entanto, continua tendo a beleza como prioridade. O tradicionalismo pode ficar para trás, mas os contos de fadas continuam. Das cerimônias mais simples às mais completas, o que há em comum é a realização pessoal, que envolve a beleza como item essencial.
Os salões de beleza de luxo, de maneira especial, vêm sentindo os efeitos de menos atendimento a noivas. Isso não acontece apenas pela diminuição de cerimônias, mas especialmente porque ao longo dos últimos dois anos vêm crescendo o mercado de atendimento externo, que é a ida de equipes de cabelo, maquiagem, unhas e estética até a noiva, seja em casa, em um hotel ou no local do casamento. O mercado de fornecedores e assessores de casamentos começou a voltar os olhos para essa área, indicando o serviço em domicílio cada vez mais.
O grande problema dessa proliferação de atendimento externo, que tirou muitas noivas dos salões de beleza, é a pouca especialização dos profissionais envolvidos. Geralmente os salões não têm estrutura profissional para enviar suas equipes, por isso começaram a se apresentar ao mercado agências de serviço delivery, que contratam funcionários temporários para suas ações, vendidas com até seis meses de antecedência.
Dia da noiva é para especialistas, não para aventureiros. É um dia único e insubstituível. Por isso recomendo sempre investir em profissionais experientes. Por muito tempo me recusei a atender fora do salão. Athina Onassis, que casou-se em 2005, foi uma das noivas que receberam meus cuidados em domicílio. Outras centenas tiveram essa oportunidade em momentos diferentes da minha carreira, mas a maioria das quase sete mil noivas que atendi passaram pelo espaço físico do salão.
Em meu salão, que comando há três anos, montei o Persil Team, com profissionais que seguem minha linguagem. Nosso trabalho já começou, e quero que seja um divisor de águas. Minha ideia com o Persil Team é ser apenas um. Com meus profissionais treinados sou 10, daqui a pouco serei 20 ou 30, multiplicado pelas mãos de cabeleireiros tão competentes quanto eu e treinados por mim. Além do time de penteados, temos profissionais de maquiagem, de estética, de unhas, um time altamente especializado.
A área de atendimento externo está carente basicamente pela falta de especialização. Trabalho como educador, tendo um centro técnico com várias áreas de atuação, e damos cursos para todos os profissionais interessados do mercado. Recebemos cabeleireiros e maquiadores até de salões vizinhos e concorrentes diretos. Além de me inserir no mercado de atendimento externo para promover esses serviços com qualidade, me coloquei à disposição das empresas desse setor para treinar profissionais. A ideia é compartilhar meu estilo de pentear noivas.
A dica importante para noivas é buscar empresas de confiança, experiência e cheia de cases de sucesso e indicações. Esse é um dos dias mais importantes da sua vida? Trate-o como tal e não se arrisque.

0 comentários:

Postar um comentário

GALJY Cerimonial e Eventos © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.