20 dezembro 2010

Não se vá!

      Bom dia blogets, segue mais umas dicas para as noivinhas, sei que cada momento é mais especila que o outro mas vale apena acompanhar os posts para ficar sempre atenada (o).

Poucas mulheres querem dar adeus ao vestido de noiva. É possível mantê-lo no guarda-roupa, mas há maneiras mais singelas de guardar essa recordação

Fabiana Schiavon, especial para o iG Noivas | 18/12/2010 08:58

Poucas mulheres conseguem simplesmente alugar e devolver o vestido mais importante de suas vidas: o de noiva. Para preservar a memória da peça, as noivas podem recorrer a alternativas criativas – ou à boa e velha caixa acomodada dentro do armário.

De acordo com Gabriela Piccoli, estilista que representa a marca Solaine Piccoli, há uma forma correta de manter o vestido em boas condições. No caso das lojas da estilista, o vestido já é entregue em uma caixa especial, envolto em papel de seda azul. “Não pode envolver em plástico porque amarela o tecido e é preciso mandar o vestido para a lavanderia pelo menos uma vez por ano. Além disso, a peça não pode ficar exposta à luz”, ensina a estilista.

Mas para quem acha trabalhoso demais manter o vestido em casa, há outras opções. A brasileira Larissa Aleksandrov mudou-se para a Alemanha e lá encontrou inspiração nas noivas para criar a Love This Dress. “Como sempre gostei muito de noivas e de desenhar, achei que a ideia de ter o seu vestido mais ‘pertinho’ de você no dia a dia traria recordações maravilhosas”, conta ela.

A desenhista faz ilustrações (sketches) do vestido com folha e papel especiais. O sketch pode ser exposto de muitas maneiras: emoldurados, na decoração de casa ou na festa de casamento. Muitas noivas também usam como tela de fundo para o computador ou capa do álbum do casamento.

A ideia já conquistou noivas da Alemanha e EUA, mas as principais clientes são brasileiras. A ilustração, de 21 x 29 cm, custa R$ 90. Larissa envia antes uma versão digital, por e-mail, para aprovação da noiva. Ela mesma atende os pedidos. “Ao receber o sketch, elas revivem os sentimentos que tiveram na prova do vestido ou no dia do casamento. É muito gratificante”, conta.



Minivestido

Já todas as noivas que passam pelo ateliê de Patricia Granha Bourgeaiseau, em São Paulo, saem com uma recordação única: uma boneca com uma miniatura de seu vestido de noiva. A ideia da estilista surgiu quando uma lavanderia estragou o vestido de uma cliente. “Como para ela tinha um valor sentimental, a noiva me ligou e pediu para ver o que poderia ser feito. Quando vi a peça disse que teríamos de fazer outro vestido. Foi aí que surgiu a ideia: produzir uma réplica em uma Barbie”, conta Patricia.

A ideia foi tão bem recebida que ela adotou como regra. As clientes de seu ateliê, Jardim Secreto, recebem a boneca um mês depois da cerimônia, sem custo algum. Patricia toma o cuidado de escolher uma boneca com alguma semelhança com a cliente, como a cor dos cabelos, por exemplo.

A singela maneira de recordar já conquistou até os maridos de outras noivas, que ligam para Patricia pedindo bonecas para presentear suas mulheres. “Quando comecei a receber esses e-mails fui surpreendida com tanto romantismo”, diz a estilista. “Mas infelizmente tenho que explicar que se trata de um presente para as minhas noivinhas e não comercializo, ainda!”, termina ela.

No Rio, a estilista Marie Lafayette oferece o mesmo serviço, motivada também pela dificuldade das noivas na hora de devolver o vestido.

0 comentários:

Postar um comentário

GALJY Cerimonial e Eventos © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.